Como identificar tendências na Bolsa de valores?

Para aqueles que são analistas investidores que acompanham o mercado diariamente é sempre importante ter a disposição excelentes ferramentas de análise e identificação dos preços, pois é, estou a falar da “Análise Gráfica” e sua influência para prevenção de uma queda e na identificação de uma tendência.

Uma das melhores formas de garantir seus investimentos primeiramente é ter o que investir sabendo aonde será aplicado para que se tenha rendimentos consideráveis. Isso mesmo pessoal, estou a falar de conhecimento, mas conhecimento do mecanismo de funcionamento do mercado, usando a forma em que ele se movimenta para geração de renda a partir de seu próprio capital, fazendo isso da melhor forma possível .

Vamos entender um pouco mais sobre esse tipo de análise e como usar a nosso favor.

No mercado de ações podemos notar em qualquer gráfico que a forma em que se movimenta nunca é linear(linha reta) e sempre vem acompanhado de seus “topos e fundos” formados pelos “zig-zags”. Os “zig-zags” e suas trajetórias representam o teor de negociações que um ativo e a forma em que aparecem formam esses topos e fundos que serão a todo tempo analisados. Portanto devemos entender o seguinte:

– Mercado acionário em seu período prolongado será sempre composto por topos e fundos em que a direção na qual se movimentam nos indicará uma linha de tendência com seus “zig-zags” realizados pelas negociações sofridas por determinado ativo.

Dentro do esquema de “zig-zags” e da forma em que os mesmos aparecem, um acionista pode também encontrar um canal que será uma ferramenta muito importante para saber o rumo que uma tendência terá, mostrando pontos de reversão que são momento ideais para estar fora do mercado em caso de um queda futura. Podemos identificar linhas de tendência de acordo com cada situação tendo sempre em mente as definições que são :

LTA(linha de tendência de alta): Em uma tendência de alta a formação de topos e fundos são ascendentes e os fundos são utilizados para traçar essa direção. Se tivermos um fundo superando o outro, existe a hipótese de uma reversão dessa tendência, onde chamamos de quebra de suporte ou momento de saída do mercado.

LTB(linha de tendência de baixa):  A linha de tendência de baixa é formada por topos e fundos descendentes e os topos são utilizados para traçar essa direção, ou seja para se definir o canal de atuação dessa tendência. Se nesse caso tivermos um topo superando o outro, haverá aqui um rompimento de resistência e uma possível reversão do mercado na busca de uma correção no contexto em que estiver posicionado.

A identificação de tendências, portanto se torna aliada do investidor e o deixa apto para a tomada de decisões em torno de seus investimentos prevenindo perdas muitas vezes desnecessárias.

Comentários